Quarta-feira, 11 de Maio de 2005

FAZ-ME RIR, FAZ-ME VIR

fazmerirfazmevir HTW pub 01.bmp fazmerirfazmevir HTW pub 01.bmp

Pouco me importa se tens que fazer ou quão importante é o que vais deixar para trás, para vires ao meu encontro. Escusas de me dizer que estás cansado ou tiveste um dia intenso, quando o teu desgaste vai ser aqui e agora. Não me interessam as horas que são pois estou a contar os minutos até tu chegares, no mesmo segundo em que te chamo. Escusas de aparecer fatigado porque de nada te vai valer… esta noite vais ter que me foder. Não ouses sentar-te no sofá após me beijares e passares-me a mão pelo rêgo como sempre fazes. Hoje não vou tolerar os teus hábitos de merda, nem tão pouco servir o gin que tanto gostas. É bom que não tragas uma dessas tuas camisas engomadas ou arranco os botões à dentada. Vais lamber-me os bicos das mamas enquanto te desaperto o cinto, e não te atrevas a dizer que não preciso de me ajoelhar para te fazer um broche. Quero que me agarres nos cabelos para me puxares contra ti e esta noite quero a tua melhor tesão. Prometeste e vais cumprir… quero o meu minete contra a parede. Vou voltar-me de costas para ti e só quero olhar nos teus olhos depois de me vir. Agora quero ver o teu semblante sério e as tuas sobrancelhas franzidas enquanto estou montada em ti. Presta bem atenção ao que te vou fazer quando ficares com aquela cara de apavorado, sempre que anuncias o teu orgasmo. Quero que digas em alto e bom som, as asneiras que costumas dizer quando te vens. Vou-me rir quem nem uma louca com a figura ridícula que vais fazer depois de olhares para a minha boca. Espero bem que não desvies os lábios ou serei obrigada a dar-te uma bofetada nas trombas. Sou eu que vou tomar conta disso e não tarda nada, isso estará de novo duro. Tal como eu gosto, assim como eu quero. Não me bastou apenas trepar a parede… agora quero também rastejar pelo chão. Quero arrancar-te cabelos em cada espasmo que tenha, quero que me chames puta assim que me venha. Podes pôr três dedos em vez de dois e só retirares quando te pedir. Mesmo que não consigas, vais tentar dizer o meu nome ao mesmo tempo que te mordo a língua. Nem imaginas como me divertes com as coisas que te peço para me fazeres… enquanto me estás a foder.

fazmerirfazmevir HTW pub 02.bmp fazmerirfazmevir HTW pub 02.bmp

Eu avisei-te que te ia acordar cedo mesmo antes de te deitares. Se não te lembras, o problema é teu pois tu agora és meu. Escusas de te enrolar nos lençóis e enfiar a tromba nas almofadas pois de nada te serve. Já te disse que não quero que te levantes, apenas que estejas acordado e atento ao que te digo. Podes ter a garganta seca e desidratar de sede mas tudo o que te perguntar, vais ter que me responder. Conta-me mais uma vez, o que se passou naquela noite em que conheceste aquela sueca. Quero saber tudo o que lhe disseste, bem como o que fizeste enquanto a estavas a foder. Nunca ouvi nada tão absurdo mas ao mesmo tempo tão divertido… És um sacana e vais ser castigado por me teres contado que tiveste prazer. Enfia a cabeça entre as minhas pernas porque agora sou eu que o vou ter. Vais molhar-me para humedecer e excitar-me ao lamber. Faz-me tudo o que te digo e leva o meu orgasmo contigo. Depois de me vir, quero que me deixes como estava antes. Agora deita-te de costas e masturba-te para mim. Fala-me sobre outra puta qualquer, enquanto te mordo os mamilos. Continua nesse ritmo frenético e nem penses sujar-me os lençóis. Assim que ficares apavorado, tens o meu peito para te sossegar. Encosta o teu corpo ao meu e o teu suor ao sémen... que agora é meu. Não perguntes porque sorrio, nem porque me inclino assim. Abre esse caminho apertado para ti com o teu polegar dentro de mim. Agarra-me nas ancas e crava-me com as unhas. Quero que me puxes e encostes, quero que me empurres e gostes. Depois deixa escorrer pelas minhas costas mas não me sujes os cabelos. Não percas tempo e penetra-me novamente. Assim que me erguer, agarra-me nos seios e morde-me os ombros. Diz novamente o meu nome sem retirar os dentes. Fica quieto enquanto não paro. Agora o teu corpo, não é mais que um prolongamento do meu. Onde termina o teu prazer, o meu começa a acontecer. Põe os teus olhos no meu sorriso e a tua mão na minha cona. Vê o brilho que me dás e sente a tesão que me deste. Leva os dedos à boca e beija-me quando te beijar. Deita-te sobre a minha barriga contorcida de tanto rir. É muito divertido foder contigo.

 

Um abraço...

SHAKERMAKER

honky tonk women por shakermaker às 00:00
ISOLAR TEXTO | RECOLHER TEXTO
|

»HTW é um tributo a todas as mulheres

»Mulheres que desejam insultar o shakermaker