Quarta-feira, 10 de Maio de 2006

PALADINO

Não sejas mulher por causa dos seus beijos, mesmo que estes te saibam bem. Não fiques apaixonada se receberes flores pois estas murcham no dia seguinte. Não aceites os seus presentes enquanto não te dão o devido valor. Não te deixes enganar pelas suas promessas porque apenas querem algo em troca. Não satisfaças os seus desejos antes que os teus se concretizem.

Se tu me desses ouvidos, eu não estaria aqui à tua espera, nem tu me recusavas desta forma. Afinal, porque foges tu de mim, será que pensas que nem todos são como eu, ou porventura achas que alguém gosta mesmo de ti? Vá, ouve o que tenho para te dizer antes de me desligares o telefone na cara e apagares as minhas mensagens. Achas mesmo que estás melhor sozinha do que se estivesses na minha companhia? Claro que não, e não adianta negares que fomos feitos um para o outro, porque por mais que te afastes de mim, mais perto fico de ti. Se tu quisesses mesmo relegar-me do teu caminho, não te cruzavas tanto comigo, e sempre que finges que não me vês, acabas por tropeçar nos teus próprios pés. Olha, aposto que se nada te dissesse e deixasse de te morder os calcanhares, tu não ias gostar ou talvez estranhar. Sei bem o que é isso, até porque, nunca encontrei uma mulher tão previsível como tu, e olha que eu já conheci muitas… Por isso, como vês, nada tens a temer, e por mais que disfarces, não me consegues esquecer.

Não sejas simpática quando te convidam para sair ou vais acabar por pagar as contas. Não declares fidelidade ou faças juras de amor quando o teu passado põe em causa o teu futuro. Não estendas os braços a ninguém pois estes apenas querem que lhes abras as pernas. Não acredites no amor à primeira vista, a menos que queiras voltar a cair no mesmo erro. Não adianta apontares-me o dedo e prometeres vingança pois és tu que vais passar a vergonha.

Se tu fosses mais sensata, eu não teria que te lembrar de tudo isto, nem tu tinhas que passar a vida nesse teu esconderijo. Enfim, andas somente a enganar-te a ti própria e a desmerecer o teu tempo, que por sua vez me dissipa o momento, e ficamos os dois a perder. Até quando vais aguentar o meu cerco, ou será que pensas que desisto do teu encalço mesmo sabendo que estás sempre ao meu alcance? Sabes, tu e eu temos o destino traçado, e por mais que tu tentes fazer um novo desenho, tens sempre que terminar este rascunho, que embora te pareça riscado, fomos os dois que o esboçámos. Olha, vou dar-te uma oportunidade e entretanto ficamos de tréguas, mas não vais por aí pensando que estás safa ou corres o risco de ficar de mãos atadas. Sim, eu sei qual é o teu ponto fraco, mesmo quando quebras o espelho para esmoreceres o meu reflexo. Não sejas assim, dá-me o teu braço a torcer, e eu prometo que não te faço doer por mais que isso me dê prazer.

 

Um abraço...

SHAKERMAKER

 

Dedicado a uma leitora benevolente com o HTW...

Cara Cicuta, mesmo andando por outras paragens, de se ter mudado de malas e bagagens, vou continuar a acompanhar o seu diário de Mulher. 

 

honky tonk women por shakermaker às 00:00
ISOLAR TEXTO | RECOLHER TEXTO
|

»HTW é um tributo a todas as mulheres

»Mulheres que desejam insultar o shakermaker